Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de janeiro de 2020, 17h33

Depois de 40 anos, autor de novelas Aguinaldo Silva está fora da Globo

Além de autor de sucesso, Silva foi um dos fundadores do primeiro jornal gay do país. Anos depois se tornou crítico aos governos de Lula e Dilma

Foto: Divulgação

O autor de novelas Aguinaldo Silva não faz mais parte do quadro fixo de funcionários da Rede Globo. A emissora, através de comunicado divulgado nesta quinta-feira (2), encerrou mais de 40 anos de parceria, com mais de 20 trabalhos assinados em conjunto.

Silva venceu o Emmy Internacional de Melhor Novela por ‘Império’, em 2014. Além disso, assinou a novela Roque Santeiro (1985), com Dias Gomes, e colaborou com Vale Tudo (1988) e Tieta (1989). Entre seus maiores sucessos, estão A Indomada (1997), Senhora do Destino (2004) e Fina Estampa (2011), além da premiada Império.

Sua novela mais recente foi o Sétimo Guardião, de 2018.

Leia o comunicado da Globo na íntegra abaixo:

“Sem nova obra prevista, a Globo decidiu não renovar o contrato com o autor Aguinaldo Silva.  Ao longo dos mais de 40 anos dessa parceria de sucesso, foram mais de 20 trabalhos em conjunto, entre os quais Império, que ganhou o Emmy Internacional de Melhor Novela em 2014″.

Primeiro jornal gay do país

Foto: Reprodução

Nascido em Carpina, Pernambuco, Aguinaldo Silva chegou ao Rio de Janeiro em 1964.

Na década de 1970, foi um dos fundadores do “Lampião da Esquina”, que depois passou a ser conhecido apenas como “Lampião”, o primeiro jornal gay do país. Em plena ditadura, o jornal teve 37 números — que iam lacrados para os assinantes, caso algum ainda estivesse no armário.

Era um jornal “guei” — para usar a grafia adotada por eles —, que trazia reportagens divertidas, mas que também abrigava outras minorias, como os movimentos negro e feminista.

Provocação a Lula

Anos mais tarde, Aguinaldo Silva passou a ser crítico aos governos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Em janeiro de 2018 escreveu em seu Twitter: “Hoje é o Dia do Leitor. E eu quero aproveitar para perguntar ao favorito nas pesquisas para futuro Presidente do Brasil: que livro o Lula está lendo neste momento? Qual foi o último livro que ele leu e quando foi? Ou para ser mais preciso: alguma vez na vida ele leu algum livro?”.

A provocação a Lula gerou grande repercussão nas redes.

Com informações do Correio 24 Horas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum