Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
10 de dezembro de 2019, 15h24

Documentário sobre Eduardo Suplicy estreia no Festival do Rio

“Quatro Dias com Eduardo”, de Victor Hugo Fiuza, conta o momento que antecedeu sua histórica vitória como o vereado mais votado do país de todos os tempos

Foto: Divulgação

O filme “Quatro Dias com Eduardo”, do diretor Victor Hugo Fiuza, primeiro documentário sobre o político Eduardo Suplicy (PT-SP), estreia na próxima segunda-feira (16), no Festival do Rio de 2019, carregado de surpresas.

O momento é de terra arrasada. Em São Paulo, acontece o primeiro pleito municipal após o impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Com o partido criminalizado por uma avalanche de denúncias ampliadas pela grande imprensa, Fernando Haddad (PT-SP) tenta uma improvável reeleição. O ex-senador Eduardo Matarazzo Suplicy, derrotado para o quarto mandato no Senado, em 2014, se candidata a vereador. Acaba se elegendo com 301,4 mil votos, o vereador mais bem votado do Brasil de todos os tempos.

Foto: Divulgação

Nos quatro dias que antecederam o histórico feito, Fiuza e sua equipe colaram em Suplicy. O longa, selecionado para a mostra não-competitiva Itinerários Únicos, nos leva a acompanhar a rotina intensa e imprevisível do candidato nos últimos dias de campanha até a vitória.

O espectador irá conhecer a vida privada e os bastidores do fazer político de Eduardo Suplicy. Em parceria com uma equipe técnica de São Paulo, o grupo foi a comícios no Capão Redondo; a uma tradicional missa católica de domingo; assistiu a uma peça de teatro sobre Cartola no centro; a entrevistas para imprensa e também acompanhou uma aula de ginástica após comemorar a vitória nas eleições.

“O filme tem uma perspectiva mais contemplativa ao olhar para o cenário político brasileiro dos últimos anos. Ainda que se passe inteiramente em 2016, traz uma atualidade dentro de uma abordagem menos panorâmica e mais intimista. Também é um registro de uma personalidade icônica da política brasileira e da primeira eleição após o impeachment, uma espécie de termômetro para 2018”, explica Victor Hugo Fiuza, diretor do longa-metragem.

Para realizar Quatro Dias com Eduardo, Fiuza, a produtora Glenda Almeida e o diretor de fotografia Thiago Rios saíram do Rio de Janeiro para acompanhar a agenda carregada e acelerada do candidato pela imensa São Paulo. “A persistência, algumas vezes inusitada, de Eduardo Suplicy sempre nos chamou atenção. O que poderíamos descobrir estando mais perto?”, indagou Glenda.

Rodado de forma independente, Quatro Dias com Eduardo teve uma campanha de financiamento coletivo. “Estrear no Festival do Rio é abrir o filme para o mundo numa das principais janelas cinematográficas do país, mas se sentindo reconhecido em casa. Acho um privilégio”, finaliza Victor Fiuza.

Formado em Cinema e Antropologia da Arte, em 2018, Fiuza dirigiu o clipe “Ok, Ok, Ok”, de Gilberto Gil e o documentário “Racionais MC’s: Uma História Musical”, em homenagem aos 30 anos do grupo, pela plataforma de streaming TIDAL.

Serviço

Estreia no Festival do Rio

Dia: 16/12, às 18h
Estação NET Gávea 1 e 2 – Shopping da Gávea

Rua Marquês de São Vicente, 52 – RJ

Sessão alternativa

Dia: 17/12, às 15h15
Local: Estação NET Rio 3 – Botafogo

Rua Voluntários da Pátria, 35 – RJ de Janeiro


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum