Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
09 de fevereiro de 2020, 22h05

Em Los Angeles, Petra Costa responde ataques ao filme “ódio não faz parte da natureza dos brasileiros”

A cineasta também fez uma sutil alusão ao fato de que a edição deste ano do Oscar tem menos candidatas mulheres do que em anos anteriores – sendo ela uma dessas poucas. “A categoria de documentários está representando o feminino de uma forma impressionante e também representando o cinema estrangeiro”, comentou.

A cineasta brasileira Petra Costa já está no Teatro Dolby, em Los Angeles, onde logo mais serão entregues os prêmios Oscar 2020. Ela é autora do filme “Democracia em Vertigem”, que concorre ao prêmio na categoria Melhor Documentário.

Durante a semana, a diretora mineira recebeu muitas críticas da imprensa tradicional brasileira, que não suporta que seu filme retrate o processo de impeachment contra Dilma Rousseff como um golpe de Estado. O jornalista Pedro Bial, um dos porta-vozes da opinião global, chegou a dizer que o filme era “alucinado”, e chamou Petra de “menina”.

Diante das críticas, Petra comparou com as diferenças políticas mostradas em seu filme, e deu seu diagnóstico para que o país enfrente essa polarização: “cura do Brasil depende do voto de cada um”.

Petra Costa também afirmou que essa maior agressividade nas opiniões políticas “não é parte da alma brasileira, a gente consegue lidar com as diferenças, mas esse ódio não faz parte da nossa natureza”.

A diretora também fez uma declaração contra as posturas mais indiferentes politicamente. “Não aguento mais gente falando que política é tudo igual. A gente tem que barrar esse avanço”, declarou.

Finalmente, ela fez uma sutil alusão ao fato de que a edição deste ano do Oscar tem menos candidatas mulheres do que em anos anteriores – sendo ela uma dessas poucas. “A categoria de documentários está representando o feminino de uma forma impressionante e também representando o cinema estrangeiro”, comentou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum