#Fórumcast, o podcast da Fórum
31 de outubro de 2019, 16h20

Evento promove leitura de peças censuradas pela ditadura militar no Brasil

O "EM CENA, SEM CENSURA", de acordo com seus organizadores, nasce com estupefação, preocupação e indignação frente a sistemáticos e crescentes atos do governo brasileiro de cerceamento à liberdade de expressão

Plínio Marcos. Foto: Divulgação

O evento “EM CENA, SEM CENSURA” promove, de 05 a 25 de novembro, no Rio de Janeiro, a leitura de peças censuradas pelo regime militar no Brasil. A programação prevê ainda debates com alguns autores.

O evento, de acordo com seus organizadores, nasce com estupefação, preocupação e indignação frente a sistemáticos e crescentes atos do governo brasileiro de cerceamento à liberdade de expressão.

De acordo com o site do Observatório de Censura à Arte (http://www.censuranaarte.nonada.com.br/) desde 2017 são mais de 33 casos de censura nas áreas de cinema, teatro e artes plásticas por parte de governos municipais, estaduais e federal.

O “EM CENA, SEM CENSURA” não conta com patrocínios ou apoios financeiros. O objetivo é regatar, em forma de leitura, peças e autores que foram censurados no período da ditadura militar no Brasil.

As peças “Um grito parado no ar”, de Francesco Guarnieri; “O Abajur Lilás” de Plínio Marcos; “Papa Highirte”, de Oduvaldo Vianna Filho e “A Resistência” de Maria Adelaide Amaral serão lidas e debatidas por alguns artistas do elenco original unidos a outros envolvidos na resistência à atual censura vivida no país.

A idealizadora e diretora do evento, Luciana Sérvulo da Cunha, autora do filme “Hijos de La Revolución”, será a mediadora dos debates que abordarão o que há em comum nas peças, o foco dos censores, a reação dos artistas e produtores, os prejuízos causados por aquela experiência triste e o impacto dos atuais atos do governo de cerceamento à liberdade de expressão.

Programação

05/11/201 – Um Grito Parado No Ar, 1973, de Francesco Guarnieri

Sob a direção de Alice Borges. No elenco Roberto Frota, Herson Capri, Thiago Justino, Bete Mendes, Sura Berditchevsky e Carol Machado.

11/11/2019 – Abajur Lilás, 1969, Plinio Marcos

Sob a direção de Luciana Sérvulo da Cunha. No elenco Flávio Bauraqui, Cristina Pereira, Zezé Polessa, Blackyva e Felipe Rocha

18/11/2019 – Papa Highirte, 1968, Oduvaldo Vianna Filho

Sob a direção de Ernesto Piccolo. No elenco Tonico Pereira (elenco original), Álamo Facó, Antonio Pitanga, Orlando Caldeira, Bete Mendes, Luciana Sérvulo da Cunha, Ricardo Kosovski, Digão e Diogo Nunes.

25/11/2019 – A Resistência, 1975, Maria Adelaide Amaral Sob a direção de Moacir Chaves.

No elenco Orã Figueiredo, Caco Ciocler, Catarina Abdalla, Ginaldo de Souza (elenco original), Roberto Frota (elenco original), Silvia Buarque e Stela Freitas (elenco original).

Serviço

As leituras serão gratuitas. As vagas são limitadas.

Reservas pelo site: www.midrash.org.br

Local e horário: Midrash Centro Cultural Rua General Venâncio Flôres, 184, Leblon, Rio de Janeiro das 19:30 às 22:00

Direção Geral e Produção: Luciana Sérvulo da Cunha Curadoria: Angela Vieira e Bete Mendes Imagens de Vídeo: Silvio Tendler Assistência de Produção: Ana Clara Cantanhede Realização: Bharati Produções

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum