Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
06 de fevereiro de 2020, 09h05

Gilberto Gil: “Bob Marley, um grande intérprete da consciência de exclusão, da desigualdade”

Em 2002, pouco antes de virar ministro da Cultura de Lula, Gil lançou Kaya N'gan Daya, todo com canções e versões de Marley

Foto: Montagem/Divulgação

O cantor, compositor e ex-ministro da Cultura, Gilberto Gil, fez um post dedicado ao colega jamaicano Boib Marley, que completaria 75 anos nesta quinta-feira (6).

Para Gil, Marley “era um dos grandes intérpretes dessa consciência de exclusão, da desigualdade”.

O cantor baiano relembra que Bob Marley “foi o último artista a quem eu dediquei uma atenção profunda, específica e permanente. Hoje em dia, ainda é das coisas que eu mais gosto de escutar”, escreveu.

“Bob Marley era um dos grandes intérpretes dessa consciência de exclusão, da desigualdade. Foi o último artista a quem eu dediquei uma atenção profunda, específica e permanente. Hoje em dia, ainda é das coisas que eu mais gosto de escutar.”

Kaya N’gan Daya

Em 2002, pouco antes de virar ministro da Cultura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Gil lançou Kaya N’gan Daya, seu quadragésimo sexto álbum, com 16 canções, que são regravações ou versões de Bob Marley, fora a faixa inédita “Table Tennis Table”, que Gil compôs na Jamaica.

Ouça abaixo o álbum Kaya N’gan Daya:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum