Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de março de 2019, 16h31

João Gilberto vence ação em segunda instância contra Universal Music

João acusou a gravadora de ter esvaziado o patrimônio da EMI para não ter que pagar o que lhe deve

Foto: Divulgação

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro confirmou, nesta terça-feira (26), em segunda instância, a vitória do cantor e compositor João Gilberto sobre a Universal Music, por três votos a zero.

A ação movida por João tinha como ré a EMI, hoje incorporada pela Universal Music. O cantor reclamava de direitos autorais não pagos pela gravadora desde 1964.

De acordo com informações da coluna de Lauro Jardim, a EMI já fora condenada a pagar os royalties sobre seus discos — os três primeiros álbuns de João, “Chega de saudade” (1959), “O amor, o sorriso e a flor” (1960) e João Gilberto (1961).

Na ação atual, João acusou a Universal de ter esvaziado o patrimônio da EMI para não ter que pagar o que lhe deve.

Ainda cabe recurso à decisão no Supremo Tribunal de Justiça (STJ).


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum