Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
13 de fevereiro de 2020, 14h55

Kleber Mendonça responde Bolsonaro: “O cinema brasileiro merece o seu respeito”

Bolsonaro questionou a importância do filme Aquarius, lançado pelo cineasta em 2016

Kleber Mendonça Filho (Foto: Aquiles Lins)

O aclamado diretor e roteirista Kleber Mendonça Filho respondeu nesta quinta-feira (13) a um comentário feito pelo então deputado federal Jair Bolsonaro, em 2016,em revelado em trecho extra do documentário Democracia em Vertigem.

Na gravação, o hoje presidente questiona se havia algum filme brasileiro concorrendo ao Oscar ou ao Festival de Cannes. Ao ser respondido pela cineasta Petra Costa que havia o longa “Aquarius”, o ex-capitão pergunta: “Só esse? E daí?”.

“E daí que AQUARIUS é um produto brasileiro feito por brasileiros e que gerou centenas de empregos no Brasil e que foi comercializado em mais de 100 países. AQUARIUS representa o país no exterior. Depois veio Bacurau, ainda maior. Sr. Presidente, o Cinema brasileiro merece o seu respeito”, escreveu Kleber Mendonça, autor da obra.

O filme foi escrito e dirigido por Kleber Mendonça e chamou atenção em diversos festivais de cinema no mundo. A produção levou prêmios de melhor filme, direção ou atuação – com a atriz Sonia Braga – em Sidney, Lima, Mar del Plata, Havana, Cartagena e no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Também foi indicado ao Spirit Awards, ao Prêmio César, à Palma de Ouro do Festival de Cannes, entre outros.

Em Cannes, a equipe do longa realizou um protesto contra o golpe de 2016 que derrubou a ex-presidenta Dilma Rousseff. A manifestação irritou o ex-presidente Michel Temer, que chegou a subir a classificação indicativa do filme, mas logo baixou. Além disso, o Ministério da Cultura de Temer não colocou Aquarius como concorrente brasileiro ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum