terça-feira, 29 set 2020
Publicidade

Mulher explica sua reação contra Romero Britto: “ele humilhou meus funcionários, exigiu silêncio e pediu desconto”

A polêmica sobre o vídeo em que uma mulher latina quebra uma obra de Romero Britto bem em frente ao artista e o acusa de “humilhar os seus funcionários continua.

Nesta sexta-feira (14), um novo vídeo da mesma cena mostra mais detalhes sobre o ocorrido, com um áudio mais longo, no qual a mulher (ainda não identificada) explica melhor a razão que a levou a reagir daquele jeito.

Antes da cena em que joga a obra no chão, a mulher, falando em espanhol com sotaque latino, diz “sou a dona do restaurante Tapelia, que fica na frente da sua loja. Meu marido veio aqui e comprou para mim esta obra de arte para o meu aniversário. Porque eu colocava você num pedestal e o admirava como artista. Considerava você um homem respeitável, mas me equivoquei (…) Você foi ao meu restaurante, reservou uma mesa para 20 pessoas para tomar café da manhã ao preço de US$ 8 (cerca de R$ 43), que é barato, e ainda pediu desconto. Você humilhou meus funcionários, pediu que eles tirassem a música e pediu que eles não falassem, porque senão o senhor não iria mais. Isso foi humilhante. Para uma pessoa honesta e respeitável, você carece de humildade. Então eu lhe exijo que nunca mais vá ao meu restaurante, nem ofenda aos meus funcionários. Nunca mais”.

O vídeo foi publicado na página de Instagram do restaurante Olé Olé and Tapelia, em Miami, do qual ela é a dona e onde o artista brasileiro teria destratado garçons e cozinheiros.

Ver esta publicación en Instagram

Romero Britto

Una publicación compartida de Olé Olé And Tapelia (@oleoleandtapelia) el

Victor Farinelli
Victor Farinelli
Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos, há 15 anos é correspondente na Argentina (2004 e 2005) e no Chile (desde 2006).