Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
06 de março de 2019, 15h14

Netflix compra os direitos e vai transformar “Cem Anos de Solidão” em série

O serviço de streaming irá transformar a obra em uma série que será falada em espanhol (que é a língua original do livro), uma exigência do autor

Gabriel García Márquez. Foto: Reprodução

O canal de vídeo por demanda, Netflix, anunciou em uma de suas contas no Twitter, nesta quarta-feira (6), que comprou os direitos para adaptar Cem Anos de Solidão, clássico da literatura escrito por Gabriel García Márquez (foto).

Segundo a Variety, o serviço de streaming irá transformar a obra em uma série que será falada em espanhol (que é a língua original do livro), uma exigência do autor, segundo García Márquez, Rodrigo Garcia e Gonzalo García Barcha, filhos do escritor.

Eles também serão produtores executivos e o seriado será filmado principalmente na Colômbia. Mais detalhes devem ser revelados em breve.

“Netflix has acquired the rights to Gabriel García Márquez’s masterpiece “One Hundred Years of Solitude” and will adapt it into a series. This marks the first and only time in more than 50 years that his family has allowed the project to be adapted for the screen.J”.

(“A Netflix adquiriu os direitos da obra-prima ‘Cem anos de solidão’, de Gabriel García Márquez e vai adaptá-la para uma série. Isso marca a primeira e única vez em mais de 50 anos em que a família do autor permite que um projeto seja adaptado para a tela”).

García Màrquez, Nobel de Literatura, morreu em 2014, com 87 anos.

Vice-presidente do conteúdo original da Netflix para a América Latina e a Espanha, Francisco Ramos afirmou ao The New York Times que a plataforma de streaming já havia tentado comprar os direitos do livro antes, mas houve resistência. Conseguiu depois dos sucessos da série “Narcos” e do longa-metragem “Roma”, vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro.

“Cem Anos de Solidão”, um dos marcos do realismo mágico, foi publicado em 1967. Retrata a saga de sucessivas gerações da família Buendía na fictícia aldeia Macondo, um símbolo da truculência e os impasses da América Latina.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum