Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de julho de 2019, 22h57

Ney Matogrosso: Sociedade brasileira é mais homofóbica hoje do que na época do Secos & Molhados

O cantor participou, neste sábado (13), da Flip e lançou a biografia “Primavera nos Dentes”, que aborda parte da história de seu antigo grupo musical

Ney Matogrosso. Divulgação/Warner Music

O cantor Ney Matogrosso classificou a sociedade brasileira como mais homofóbica atualmente, se comparada à época do Secos & Molhados. “Eu acho a sociedade brasileira mais homofóbica hoje”, disse, em comparação a 1973, quando o primeiro —e único— disco da banda foi lançado.

Ele participou, neste sábado (13), da Flip – Festa Literária Internacional de Paraty e lançou a biografia “Primavera nos Dentes”, que aborda parte da história de seu antigo grupo musical.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Ney revelou que não podia ter medo de fazer parte da banda que apresentava três homens de rosto pintado e figurinos incomuns. “Depois do primeiro impacto, estabelecemos uma intimidade com o público, mas não foi tudo sempre cor-de-rosa. Enfrentei 5.000 pessoas me xingando, mas também tinha outras 5.000 me apoiando”, lembrou Ney.

Sempre com performances repletas de detalhes, brilhos e referências femininas, o cantor garantiu que não está no palco para conquistar ninguém romanticamente. “Eu estou me exibindo artisticamente. Eu faço para todas as pessoas, não para homens ou mulheres”, destacou o artista.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum