Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de julho de 2019, 20h30

Para Pedro Cardoso, classe média se uniu ao fundamentalismo religioso em busca de ascensão: “É fascismo”

Para o ator, atualmente no país há um "um ataque forte contra a cultura por uma parte da população que se embrulha na bandeira e tenta transformar o Brasil na ideia que elas têm do Brasil"

Pedro Cardoso (Foto: Reprodução)

De passagem por São Paulo, onde realiza sete espetáculos e um workshop ao lado da mulher, Graziella Monteiro, o ator Pedro Cardoso, que mora atualmente em Portugal, disse que atualmente no país há um “um ataque forte contra a cultura por uma parte da população que se embrulha na bandeira e tenta transformar o Brasil na ideia que elas têm do Brasil”.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Para o ator, a união da classe média com grupos religiosos para obter uma “ascensão social” traçou um panorama tenebroso no Brasil.

“O que aconteceu foi que um grupo de classe média que se sentia excluído se agregou a um fundamentalismo religioso para obter uma ascensão social”, diz. “E eles não toleram quem pensa diferente. Isso é fascismo”, disse, em entrevista a Teté Ribeiro, na Folha de S.Paulo deste sábado (13).


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum