Fórum Educação
20 de Maio de 2020, 10h07

Regina Duarte deixa secretaria e assume a Cinemateca em São Paulo

“Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias", afirmou Bolsonaro

Jair Bolsonaro e Regina Duarte (Foto: Instagram)

Regina Duarte não é mais a secretária especial de Cultura. O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ) acaba de anunciar, na manhã desta quarta-feira (20), sua saída. O anúncio foi feito na conta do Twitter de Bolsonaro, em vídeo, com a participação da própria Regina.

Bolsonaro afirmou que ela assumirá a Cinemateca em São Paulo.

“Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias”, afirmou Bolsonaro.

A atriz considerou a ida para a Cinemateca como um “presente” que ela acaba de ganhar de Bolsonaro. Por trás da cortina, no entanto, a história é outra.

Em meio a um processo de fritura iniciado por Bolsonaro, a atriz Regina Duarte recorreu a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) para tentar uma saída menos vergonhosa da Secretaria Especial da Cultura.

De acordo com pessoas próximas à pasta, a Secretaria Especial da Cultura está vivenciando uma espécie de intervenção da deputada bolsonarista. Zambelli deverá indicar nomes para a Cultura, uma vez que as escolhas feitas por Regina foram derrubadas por ela mesma ou por Bolsonaro.

Além de Zambelli, de quem Regina é amiga, ela conta com o apoio do secretário de Assuntos Especiais da Presidência da República, contra-almirante Flávio Rocha.

Com a tutela de Zambelli, a ideia era criar um ambiente de transição para que Regina saia do governo de forma pacífica. ​Para isso, a secretária aceitou o suporte de duas alas importantes do governo –a ideológica, representada pela deputada, e a militar, com Rocha.

A saída honrosa finalmente saiu. A atriz deve ficar um tempo na Cinemateca, em São Paulo, até ser esquecida e deixar o governo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum