No rastro do óleo do Nordeste
08 de novembro de 2019, 11h08

Regina Duarte se diz contente com transferência da Cultura para o Turismo

“Com certeza ele está querendo atuar pelo bem do Brasil, da cultura brasileira, da classe artística”, disse a atriz sobre Bolsonaro

Foto: Reprodução

A atriz Regina Duarte afirmou ter ficado contente com a transferência, nesta quinta-feira (8), da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania para o Ministério do Turismo. Segundo a apoiadora incondicional do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ), a Cultura “estava precisando de mais atenção”.

A mudança foi feita por decreto do presidente Jair Bolsonaro publicado no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (7).

“Não faço ideia do que levou o presidente a fazer isso”, disse Duarte sobre a transferência. “Mas com certeza ele está querendo atuar pelo bem do Brasil, da cultura brasileira, da classe artística. E, talvez, ele ache que a cultura vai ficar melhor no lugar para onde [a pasta] ele está mandando.”

Para atriz, estava tudo “meio congestionado naquele ministério onde a Cultura foi colocada”. Ela diz ainda ter “muita confiança na vontade dele [Bolsonaro] de lutar por um Brasil melhor”, completou. “Fico até contente de vê-lo preocupado com a Cultura.”

No mesmo dia, Bolsonaro nomeou o dramaturgo Roberto Alvim, o que chamou Fernanda Montenegro, de 90 anos, de “sórdida”, para a secretaria. Duarte já chegou a fazer críticas a Alvim. Em junho, a atriz afirmou pelo Instagram que ele “tem extrapolado em declarações polarizadas”.

Com informações da Folha

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum