segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Violinista Ana de Oliveira faz vaquinha virtual para sua estreia em CD e livro

Uma das maiores violinistas do país e spalla da Orquestra Sinfônica Nacional da UFF busca financiamento coletivo para CD e livro. Prazo termina 7 de setembro

Recentemente destaque em diversos veículos de comunicação em todo país por conta do seu CD “Carta de Amor e Outras Histórias”, ao lado do violonista pernambucano Sérgio Ferraz, Ana de Oliveira está em campanha de financiamento coletivo.

O objetivo é custear sua estreia como autora, tanto do CD Solo “Dragão dos Olhos Amarelos”, em formato digital e físico, quanto do livro “O violino na Música Contemporânea Brasileira: Um Manual de Técnicas estendidas”, também em formato digital e físico.

O prazo da vaquinha coletiva se encerra nesta próxima segunda-feira (7), e a musicista oferece diversas recompensas, seja retribuindo com CDs, livros e aulas. Mais informações podem ser encontradas neste site: https://www.somnatoca.com.br/campaigns/anadeoliveiraviolinosolo

Violino solo

O CD de violino solo “Dragão dos Olhos Amarelos” foi gravado, mixado e masterizado entre fevereiro e março deste ano no Estúdio Monteverdi, pelo grande compositor e musicista brasileiro André Mehmari. Neste trabalho de cunho autobiográfico, a violinista estreia como compositora e improvisadora, apresentando também obras de Ysaÿe (Malinconia), Sérgio Ferraz (Dodecafoniana I e II), e autorais como “Cadenza”, dedicada a Egberto Gismonti. Como faixa-bônus, uma peça de Hermeto Pascoal dedicada à violinista nos anos 80, desta vez registrada com André Mehmari, a música “Posso Chorar”.

Já o livro “O Violino na Música Contemporânea Brasileira – Um Manual de Técnicas Estendidas” é fruto de sua pesquisa de Mestrado na UNIRIO e trata da técnica violinística para a interpretação de repertório dos séculos XX e XXI. A escassez de referências sobre o assunto no Brasil e no exterior foi a grande motivação para a violinista, além da vontade de compartilhar sua experiência como intérprete deste repertório, adquirida após décadas atuando como camerista e solista, trabalhando ao lado de compositores como Mário Tavares, Egberto Gismonti, entre outros.

O público-alvo, tanto do CD quanto do livro, são violinistas, instrumentistas de cordas em geral, jovens compositores e também regentes. Este trabalho traz uma extensa referência bibliográfica e lista de exemplos musicais, compositores e obras, o que torna a publicação importante para os profissionais e estudantes da área.

Julinho Bittencourt
Julinho Bittencourt
Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.