Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
09 de janeiro de 2020, 10h52

Zélia Duncan viraliza com vídeo onde pede a arte de volta aos que não precisam de artistas

O poema parece ser dirigido de encomenda à perseguição e ao pouco caso que o governo Bolsonaro tem com artistas

Foto: Reprodução

A cantora e compositora Zélia Duncan viralizou nas redes com um vídeo onde declama o seu poema “Vida em Branco”.

No texto, que parece ser feito de encomenda à perseguição e ao pouco caso que o governo de Jair Bolsonaro tem com os artistas de maneira geral, Zélia inicia os versos sempre com a mesma pergunta: “Você não precisa de artistas?”, para, a seguir, pedir de volta “os momentos bons, os versos roubados de nós, as cores do seu caminho”.

A artista segue em um crescendo: “Você vai rimar com números, Vai dormir com raiva, E acordar sem sonhos, sem nada”.

Ao final, conclui sem remissão: “Você não precisa de artistas?, então nos perca de vista. Me deixa de fora desse seu mundo perverso, sem verso, sem graça, sem alma”.

Veja o vídeo abaixo e, a seguir, acompanhe o texto na íntegra”:

“Vida em Branco” – Zélia Duncan

 

“Você não precisa de artistas?

Então me devolve os momentos bons

Os versos roubados de nós

As cores do seu caminho

Arranca o rádio do seu carro,

Destrói a caixa de som,

Joga fora os instrumentos

e todos aqueles quadros,

Deixa sua parede em branco

Assim como a sua cabeça,

Seu céu de cimento,

Silêncio cheio de ódio,

Armas pra dormir,

Nenhuma canção pra ninar

E suas crianças em guarda,

Esperando a hora incerta

Pra mandar ou receber rajadas.

 

Você não precisa de artistas?

Então fecha os olhos,

Mora no breu,

Esquece o que a arte te deu.

Finge que não te deu nada,

Nem um som, nenhuma cor,

Nenhuma flor na sua blusa,

Nem Van Gogh nem Tom Jobim,

Nem o Gonzaga nem Diadorim,

Você vai rimar com números,

Vai dormir com raiva

E acordar sem sonhos, sem nada.

E esse vazio no seu peito

Não tem refrão pra dar jeito.

Não tem balé pra bailar.

 

Você não precisa de artistas?

Então nos perca de vista.

Me deixa de fora

Desse seu mundo perverso,

Sem verso, sem graça, sem alma

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum