Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
26 de setembro de 2018, 21h38

Ziraldo sofre AVC e está internado em estado grave no Rio

Cartunista, criador do “Menino Maluquinho”, entre muitos outros personagens, está no Centro de Terapia Intensiva do Hospital Pró-Cardíaco

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O cartunista Ziraldo Alves Pinto, 85 anos, está internado em estado grave no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro, depois de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico, nesta quarta-feira (26). Em nota, o hospital informou que o artista foi encaminhado ao Centro de Terapia Intensiva (CTI) da unidade, de acordo com informações de Douglas Corrêa, da Agência Brasil.

Ziraldo tem múltiplas faces. É cartunista, desenhista, jornalista, escritor, cronista, colunista, chargista, pintor e dramaturgo. Foi o criador do personagem de quadrinhos infantil “Menino Maluquinho”, que se transformou em filme para o cinema e televisão. O livro vendeu mais de três milhões de exemplares, com 116 edições, desde 1980. É um dos maiores fenômenos do mercado editorial brasileiro em todos os tempos. Também é o autor da “Turma do Pererê”.

Como jornalista, foi um dos fundadores do tradicional e histórico jornal O Pasquim, que fez muito sucesso com suas entrevistas e humor crítico durante a ditadura militar.

O cartunista nasceu em Caratinga, Minas Gerais, no dia 24 de outubro de 1932. Seu nome vem da combinação dos nomes de sua mãe, Zizinha e o de seu pai, Geraldo. Desde criança, já mostrava talento para as artes plásticas. Com seis anos de idade, teve um desenho seu publicado no jornal Folha de Minas.

Ziraldo estudou no Grupo Escolar Princesa Isabel. Em 1949, se mudou para o Rio de Janeiro, com a avó. Lá, estudou por dois anos na Moderna Associação de Ensino (Mabe). Em 1950, retornou para Caratinga e concluiu o científico no Colégio Nossa Senhora das Graças.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum