Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
18 de dezembro de 2019, 23h47

O que o PT espera de nós, por Cristiano Silveira

"O nosso PT tem o desafio de enfrentar esse novo momento com energia, vitalidade e esperança", diz o novo presidente do partido em Minas Gerais

Gleisi Hoffmann, Fernando Haddad e Cristiano Silveira - Foto: Isis Medeiros

Por Cristiano Silveira*

Na noite desta segunda (16), junto a centenas de companheiros e lideranças de todo o estado, tomei posse como presidente estadual do PT de Minas Gerais. Um imenso desafio, que enfrento com disposição e coragem.

É uma honra fazer parte da história desse partido que fez tanto pelo nosso país. Quem é de Minas sabe muito bem o que foi o Luz para Todos, a expansão das universidades, a criação dos institutos federais, as creches do Pró-Infância, os ônibus do Caminhos da Escola, as máquinas do PAC, o Minha Casa Minha Vida, a valorização real do salário mínimo, o Bolsa Família. E é por isso tudo que o PT é um partido tão grande, forte e diferente de todos os outros.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Mesmo depois de todas as adversidades e ataques de setores da imprensa, do judiciário, do golpe contra a presidenta Dilma, do impedimento e prisão injusta de Lula, foi o PT que elegeu a maior bancada, foi para o 2º turno e deu mais de 47 milhões de votos para Fernando Haddad, e isso é extraordinário.

O que nós fizemos lá atrás é um grande cartão de visitas que demonstra nossa capacidade de gestão, nossa sensibilidade de governar para os mais pobres e de apresentar as respostas para esse novo momento, em que novas questões precisam ser respondidas. É esse o nosso desafio.

O PT é o único partido que foi eleito quatro vezes consecutivas desde a redemocratização. Se tivermos a sensibilidade de conversar, de ouvir e de propor algo novo, não tenho dúvidas de que o povo, mais uma vez, vai optar pelo nosso projeto. Porque quando a vida estava difícil lá atrás, fomos nós que trouxemos as respostas e agora a vida está difícil de novo. É por isso que estamos aqui fazendo política, para enfrentar a injustiça, a retirada de direitos, a violência.

Em outubro de 2018, depois da vitória de Bolsonaro, Haddad disse que não precisavam ter medo, porque nós estaríamos aqui. E nós estamos e precisamos estar ainda mais presentes nos movimentos, nas entidades, nas associações, nas ruas, onde as pessoas conhecem e confiam no nosso trabalho.

Em Minas Gerais não é diferente. O nosso PT tem o desafio de enfrentar esse novo momento com energia, vitalidade e esperança. E eu não vou fazer isso sozinho, vou precisar da ajuda de cada militante, de cada diretório, de cada liderança, de quem constrói o Partido dos Trabalhadores.
Agradeço a todos que estão me confiando essa missão. De mim não esperem nada menos que disposição para ir pra rua, enfrentar o fascismo, defender nossos direitos, ajudar as lideranças nas disputas municipais e retomar o modo petista de governar. Não esperem de mim nada menos que a esperança de ver um país e um estado melhor.

É na luta que a gente se encontra, companheiros!

*Cristiano Silveira é deputado estadual e o novo presidente do PT de Minas Gerais

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum