Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
14 de fevereiro de 2020, 22h16

Quem será a “doméstica” de Paulo Guedes?, por Alencar Santana

A fala de Guedes deixou claro quem ele chama de "domésticas": justamente quem foi pra rua de verde e amarelo pedir pelo impeachment e os próprios apoiadores - e a base de sustentação - do Bolsonaro. Eram aquelas pessoas que iam ou sonhavam ir pra Disney

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Por Alencar Santana Braga*

Nesta semana ficamos absolutamente estarrecidos com o comportamento do Ministro da Economia, Paulo Guedes, ao afirmar que o dólar alto era bom porque, nos tempos do dólar a R$ 1,80, até doméstica podia ir pra Disneylândia.

Muito além do preconceito que já é a marca do governo Bolsonaro, assim como o racismo, o machismo e a perseguição ao pensamento, essa fala representa a incapacidade de Guedes em assumir sua incompetência em gerenciar as contas do país frente à crise, o desemprego recorde e à moeda americana batendo incríveis R$ 4,30, encarecendo produtos básicos como combustíveis, medicamentos e até o pão, além de deixar nossas empresas públicas, como a Petrobras e o Banco do Brasil, mais baratas para o especulador estrangeiro.

Representa também qual é o recorte claro de quem Bolsonaro e sua trupe representam: a elite rentista, os milionários, os “véios da Havan” e os “Dorias”.

Para o Guedes, estudante é vagabundo, assalariado quer direitos demais, beneficiário do INSS é problema e quem ganha Bolsa Família é folgado.

Para o Guedes, servidor público é parasita. Professor é parasita. Médico é parasita. Assistente Social é parasita. Só não é parasita quem recebe dezenas de milhares de reais todos os meses do Estado.

E, principalmente, a fala de Guedes deixou claro quem ele chama de “domésticas”: justamente quem foi pra rua de verde e amarelo pedir pelo impeachment e os próprios apoiadores – e a base de sustentação – do Bolsonaro. Eram aquelas pessoas que iam ou sonhavam ir pra Disney.

O “doméstica” de Guedes passa longe das pessoas que trabalham dignamente com serviços domésticos. Do alto de seu elitismo, o ministro chama de “domésticas” a classe média, a classe trabalhadora, os desempregados e toda população que não está no 1% de abastados para quem ele e Bolsonaro governam.

A “doméstica” de Guedes é você.

*Alencar Santana Braga é deputado federal (PT-SP)

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Fórum


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum