Imprensa livre e independente
24 de julho de 2016, 14h38

Defesa de Luiza Brunet apresenta vídeo que incrimina Lírio Parissotto

O advogado Pedro Egberto da Fonseca Neto entregou às autoridades um vídeo em que o bilionário Lírio Parissotto aparece chutando a atriz, com quem manteve um relacionamento por cinco anos.

O advogado Pedro Egberto da Fonseca Neto entregou às autoridades um vídeo em que o bilionário Lírio Parissotto aparece chutando a atriz, com quem manteve um relacionamento por cinco anos Por Redação O advogado de Luiza Brunet, Pedro Egberto da Fonseca Neto, entregou às autoridades um vídeo que mostraria o bilionário Lírio Parissotto chutando a atriz, com quem manteve um relacionamento por cinco anos. A gravação surge após o empresário desmentir as acusações de agressão, afirmando que Luiza teria inventado a história para conseguir uma indenização. Após denunciar o ex-companheiro, a atriz optou por manter o silêncio. O vídeo que incriminaria Lírio, gravado com o...

O advogado Pedro Egberto da Fonseca Neto entregou às autoridades um vídeo em que o bilionário Lírio Parissotto aparece chutando a atriz, com quem manteve um relacionamento por cinco anos

Por Redação

O advogado de Luiza Brunet, Pedro Egberto da Fonseca Neto, entregou às autoridades um vídeo que mostraria o bilionário Lírio Parissotto chutando a atriz, com quem manteve um relacionamento por cinco anos.

A gravação surge após o empresário desmentir as acusações de agressão, afirmando que Luiza teria inventado a história para conseguir uma indenização.

Após denunciar o ex-companheiro, a atriz optou por manter o silêncio. O vídeo que incriminaria Lírio, gravado com o celular da artista, já está em posse do Ministério Público. A informação é da coluna Radar.

 

Veja também:  Vídeo: Marido de ativista trans é agredido e preso por PMs em Pernambuco; ela relata extorsão

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum