Categorias: Notícias Vaza Jato

Deltan Dallagnol diz que lawfare da Lava Jato para tirar Lula do cenário político é “teoria da conspiração”

Dallagnol ainda não negou que tenha blindado o ex-presidente FHC, após Moro dizer que uma investigação contra o tucano poderia "melindrar um aliado importante"

Por
Redação @revistaforum
-
13/07/2019 19:51
Compartilhar

Em entrevista aos jornalistas Luiz Vassallo e Fausto Macedo, do blog do Fausto Macedo – um dos principais porta-vozes da Lava Jato -, divulgada neste sábado (13), o procurador Deltan Dallagnol classificou como “teoria da conspiração” o processo de lawfare comandado por ele e pelo ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, para tirar o ex-presidente Lula do cenário político e, consequentemente, da disputa presidencial em 2018.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Essa é uma teoria dos que querem forçar anulações. A Lava Jato não se resume a um ou outro caso. São centenas de casos que atingiram todo o espectro ideológico. Só na força-tarefa de Curitiba já passaram 19 procuradores e mais de 30 servidores. A equipe inclui eleitores do PT. Há ainda dezenas de outros procuradores e servidores que atuam no caso pelo próprio MP, PF, Receita Federal e outros órgãos. Os atos judiciais são revisados por três instâncias independentes. A teoria da conspiração não se verifica”, disse.

Dallagnol – que refutou os diálogos divulgados pelo site The Intercept sobre a Vaza Jato, dizendo que podem ter sido editados – afirmou ainda que a Lava Jato não blindou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, após Moro dizer que uma investigação contra o tucano poderia “melindrar um aliado importante”.

“Se buscássemos aliados, seriam importantes Lula, Eduardo Cunha e Sergio Cabral, políticos muito influentes, mas que foram condenados e presos. Seriam também aliados importantes Renan, Aécio, Temer e outros que foram delatados na Lava Jato e acusados pela Procuradoria-Geral da República. Os fatos deixam claro que influência, dinheiro e poder jamais foram critérios para aferir responsabilidade na Lava Jato. As teorias inventadas contra a operação brigam contra fatos”, disse o procurador.

Sobre o Power Point que virou símbolo da perseguição contra o ex-presidente Lula, Dallagnol afirmou que “independentemente da forma da apresentação, sempre haverá críticas em especial no ambiente polarizado em que vivemos”.

Leia a entrevista na íntegra

Este post foi modificado pela última vez em 13/07/2019 19:55

Faça o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e teve tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo sério e rigoroso a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais. Mas o momento político exige mais da Fórum. Fique sócio e nos ajude a investir para fazer um jornalismo ainda melhor. Esse é o nosso compromisso.

Apoie a Fórum
Redação @revistaforum

Direto da Redação da Revista Fórum.

Última hora

  • Notícias
  • Política

Tabata Amaral disse que “mesmo sendo de esquerda”, parlamentar do PSol nunca maltratou ninguém

Em entrevista em junho, que circula nas redes sociais, Tabata "elogia" a deputada Áurea Carolina, do PSol, e se diz…

15/07/2019 08:47
  • Notícias
  • Política

Com cabides de empregos na Alesp, movimento Direita SP quer superar MBL

Sem pretender formar um partido próprio, o Direita SP aparece com grande proximidade do PSL, que dependia do MBL para…

15/07/2019 08:31
  • Notícias
  • Vaza Jato

Renan Calheiros ironiza e pede que Dallagnol faça delação premiada: “Não dá lucro como as palestras, mas estanca o prejuízo”

"E como se sabe, os primeiros recebem os maiores benefícios", provocou o senador, após novas conversas da Vaza Jato mostrarem…

15/07/2019 08:25
  • Governo Bolsonaro
  • Notícias

Bolsonaro chama taxa ambiental de R$ 106 em Fernando de Noronha de “roubo” e diz que vai rever

Cobrada desde 2012, a taxa permite acesso ao Parque Nacional Marinho, que engloba algumas das praias mais conhecidas de Noronha,…

15/07/2019 08:14
  • Governo Bolsonaro
  • Notícias

Doutrinado pelo astrólogo Olavo de Carvalho, Abraham Weintraub lança “horóscopo de estudo” no MEC

Em uma ação nas redes sociais, o MEC lançou um "horóscopo do estudo", apontando a relação de Weintraub com o…

15/07/2019 07:41
  • Governo Bolsonaro
  • Notícias

MEC publica nota sobre cobrança de mensalidade nas universidades públicas, apaga e se retrata

Vazado nas redes sociais do Portal Nacional da Educação (PNE), o projeto de "privatização das universidades federais" será apresentado nesta…

15/07/2019 07:29