Imprensa livre e independente
20 de junho de 2019, 09h10

Demitido, general Santos Cruz atira no governo Bolsonaro: “é um show de besteiras”

“Se você fizer uma análise das bobagens que se têm vivido, é um negócio impressionante”, disse o general

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
O general Carlos Alberto dos Santos Cruz, demitido há uma semana da Secretaria de Governo da Presidência da República, saiu atirando no governo do presidente Jair Bolsonaro por, segundo ele, perder tempo com “bobagens” quando deveria priorizar questões relevantes para o país.’ “Tem de aproveitar essa oportunidade para tirar a fumaça da frente para o público enxergar as coisas boas, e não uma fofocagem desgraçada. Se você fizer uma análise das bobagens que se têm vivido, é um negócio impressionante. É um show de besteiras. Isso tira o foco daquilo que é importante. Tem muita besteira. Tem muita coisa importante...

O general Carlos Alberto dos Santos Cruz, demitido há uma semana da Secretaria de Governo da Presidência da República, saiu atirando no governo do presidente Jair Bolsonaro por, segundo ele, perder tempo com “bobagens” quando deveria priorizar questões relevantes para o país.’

“Tem de aproveitar essa oportunidade para tirar a fumaça da frente para o público enxergar as coisas boas, e não uma fofocagem desgraçada. Se você fizer uma análise das bobagens que se têm vivido, é um negócio impressionante. É um show de besteiras. Isso tira o foco daquilo que é importante. Tem muita besteira. Tem muita coisa importante que acaba não aparecendo porque todo dia tem uma bobagem ou outra para distrair a população, tirando a atenção das coisas importantes. Tem de parar de criar coisas artificiais que tiram o foco. Todo mundo tem de tomar consciência de que é preciso parar com bobagem”, disse Santos Cruz.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Veja também:  Jornalista da GloboNews diz que fontes americanas riram sobre filho de Trump ser embaixador no Brasil

Sobre os ataques contundentes que recebeu de Olavo de Carvalho e Carlos Bolsonaro, filho do presidente, Santos Cruz comentou, sem mencionar nomes:

“Não é porque você tem liberdade e mecanismos de expressão, Twitter, Facebook, que você pode dizer o que bem entende, criando situações que atrapalham o governo ou ofendem a pessoa. Você discordar de métodos de trabalho é normal, até publicamente. Discordâncias são normais, de modo de pensar, modo de administrar, modo de fazer política, de fazer coordenação. Mas, atacar as pessoas em sua intimidade, isso acaba virando uma guerra de baixarias”, afirmou o general.

Com informações da Época

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum