Imprensa livre e independente
19 de outubro de 2016, 15h33

Deputado acredita que possível delação de Cunha pode chegar em Temer

“A Câmara já treme e a República provavelmente vai tremer com a delação premiada de Eduardo Cunha”, disse o deputado federal Alessandro Molon (Rede-RJ) Por Victor Labaki O deputado federal, Alessandro Molon (Rede-RJ), deu uma entrevista nesta quarta-feira (19) dizendo que uma possível delação premiada do ex- deputado Eduardo Cunha (PMDB) pode esbarrar no presidente Michel Temer e em ministros do seu governo. “Cunha sabe muito de ministros do governo, talvez ele saiba muito do próprio presidente da república. (…) A Câmara já treme e a República provavelmente vai tremer com a delação premiada de Eduardo Cunha”, comentou. Ele disse que torce para...

“A Câmara já treme e a República provavelmente vai tremer com a delação premiada de Eduardo Cunha”, disse o deputado federal Alessandro Molon (Rede-RJ)

Por Victor Labaki

O deputado federal, Alessandro Molon (Rede-RJ), deu uma entrevista nesta quarta-feira (19) dizendo que uma possível delação premiada do ex- deputado Eduardo Cunha (PMDB) pode esbarrar no presidente Michel Temer e em ministros do seu governo.

“Cunha sabe muito de ministros do governo, talvez ele saiba muito do próprio presidente da república. (…) A Câmara já treme e a República provavelmente vai tremer com a delação premiada de Eduardo Cunha”, comentou.

Ele disse que torce para que Cunha aceite fazer uma delação premiada e fez um trocadilho dizendo que a “verdade liberta” porque caso os depoimentos que Cunha der em uma delação forem confirmados, ele ganhará algum benefício em sua pena.

“A nossa expectativa é que ele conte tudo que sabe, vai ser muito bom para o Brasil que toda verdade venha a tona, afinal de contas, a verdade liberta”, afirmou.

Eduardo Cunha foi preso pela força-tarefa da Operação Lava Jato nesta quarta-feira acusado de ter recebido propina no esquema de desvios da Petrobras.  O pedido é de previsão preventiva, ou seja, por tempo indeterminado. Além da prisão, Moro determinou o bloqueio de R$ 220 milhões de bens pertencentes a Eduardo Cunha.

Veja também:  Jean Wyllys afirma que processará quem retuitar mentiras do Pavão Misterioso

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum