Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

26 de junho de 2019, 17h48

Deputado quer ouvir General Heleno sobre militar preso com 39kg de cocaína

Requerimento foi apresentado pelo vice-líder do PCdoB, Márcio Jerry, um dia após um militar tripulante em voo da comitiva do G20 ter sido preso

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Tem dado o que falar no Congresso a notícia sobre apreensão de cocaína em um voo da Força Aérea Brasileira (FAB). O deputado Márcio Jerry (PCdoB-MA) apresentou nesta quarta-feira (26) requerimento para convidar o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, para prestar esclarecimentos à Câmara dos Deputados sobre o sargento da Aeronáutica preso por transportar drogas na bagagem em avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

A Guarda Civil espanhola deteve nessa terça no aeroporto de Sevilha o militar brasileiro Manoel Silva Rodrigues, de 38 anos, que havia transportado 39 quilos de cocaína em um avião da FAB integrado à comitiva do presidente Jair Bolsonaro.

“Quem comandava o voo no qual foi transportada a droga, quais os procedimentos adotados pela FAB para checagem de documentos?”, questiona Márcio Jerry no requerimento.

Conforme noticiado pelo blog mais cedo, a deputada Maria do Rosário (PT-RS) também apresentou requerimento nesse sentido, porém com pedido de esclarecimentos ao ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva.

Veja também:  Para Wellington Dias, Lula só sai da cadeia com mobilização na rua, e não na internet

Segundo decreto editado logo após a posse de Bolsonaro, o GSI é responsável por “planejar e coordenar” os eventos em que haja a presença do presidente, dentro e fora do país; e “zelar, assegurado o exercício do poder de polícia” pela segurança pessoal do presidente, vice-presidente e familiares.

O Ministério da Defesa disse em seu comunicado que “repudia” os atos do militar e que colaborará com as autoridades espanholas na investigação. No Twitter, Bolsonaro disse que pediu ao ministro da Defesa que preste “imediata colaboração” à polícia espanhola.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum