Imprensa livre e independente
18 de novembro de 2016, 14h47

Deputado usa plenário da Câmara para atacar religiões e pede que Temer “abandone o satanismo”

Para deputado, associação faz rituais satânicos e prejudicam o andamento do país na forma do presidente empossado Michel Temer. Cabo Daciolo fez palanque de igreja e citou bíblia.

Para o evangélico Cabo Daciolo (PTdoB), Temer pertence a maçonaria e faz rituais satânicos que prejudicam o andamento do país. Parlamentar fez palanque de igreja e citou bíblia. Assista Por Redação Circula nas redes sociais o vídeo do deputado federal Cabo Daciolo (PTdoB) discursando no palanque da Câmara dos Deputados como o faria em uma igreja. No seu discurso, o parlamentar associa maçonaria à satanismo e pede que Temer “corra para Jesus”. “Presidente Michel Temer, assim manda dizer o senhor para ti. […] abandone a maçonaria, abandone o satanismo e vem correndo para Deus. Vem correndo para Jesus Cristo”, diz...

Para o evangélico Cabo Daciolo (PTdoB), Temer pertence a maçonaria e faz rituais satânicos que prejudicam o andamento do país. Parlamentar fez palanque de igreja e citou bíblia. Assista

Por Redação

Circula nas redes sociais o vídeo do deputado federal Cabo Daciolo (PTdoB) discursando no palanque da Câmara dos Deputados como o faria em uma igreja. No seu discurso, o parlamentar associa maçonaria à satanismo e pede que Temer “corra para Jesus”.

“Presidente Michel Temer, assim manda dizer o senhor para ti. […] abandone a maçonaria, abandone o satanismo e vem correndo para Deus. Vem correndo para Jesus Cristo”, diz o deputado.

No vídeo, o deputado faz discurso acalorado e confuso, associando, mais de uma vez, a sociedade maçônica ao satanismo. Veja o momento:

 

Foto: reprodução PTdoB

Veja também:  Presidentes das Assembleias Legislativas do Nordeste repudiam declaração preconceituosa de Bolsonaro

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum