Eduardo Bolsonaro: “Paulo Guedes perde dinheiro trabalhando no governo”

Ofegante, o deputado tentou fazer a defesa da offshore do ministro da Economia no plenário da Câmara: “não tem crime nenhum nisso”

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) chegou ofegante ao plenário da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (7) para tentar fazer a defesa da offshore do ministro da Economia Paulo Guedes. De acordo com ele, possuir offshore não é crime e o ministro perde dinheiro trabalhando para o governo.

“Me parece que o pessoal do PT confundiu um pouquinho, porque nem sempre a offshore serve pra fazer o crime de lavagem de capitais. Offshore nada mais é do que uma empresa aberta no exterior, que não tem crime nenhum nisso”, disse o deputado. “Tanto que o ministro Paulo Guedes abriu essa empresa em 2015, durante o governo Dilma, numa época em que sequer imaginava que o Jair Bolsonaro seria eleito e quanto mais que ele se tornaria ministro da Economia”, completou.

O filho do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) disse ainda que Paulo Guedes “perde dinheiro trabalhando no governo. Se ele fosse pensar em si próprio, não só ele como praticamente toda a sua equipe, se fossem pensar apenas neles, pensar apenas no lucro, no benefício próprio, em uma vida confortável, não estariam aqui no governo trabalhando e ralando dia e noite para levar o Brasil adiante na questão econômica”.

Dudão ainda arriscou dizer que “os nossos opositores, quando eles enxergam a economia nacional indo de vento em popa, números muito melhores na recuperação econômica pós-covid do que Espanha, França, Japão, Alemanha o que que eles fazem? Eles tentam agora atacar, volta as suas baterias para a economia”.

Ao final do seu pronunciamento, o deputado ainda atacou os trabalhos da CPI da Covid. “As pessoas se enojam principalmente por figuras como Omar Aziz, Rena Calheiros dentre outros, mais sujos do que pau de galinheiro, tentando acusar o presidente e o máximo que conseguem é tentar construir uma narrativa de um escândalo de corrupção de compra de vacina que não foi gasto sequer um real”.

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.