“Meu psicólogo disse que racismo não existe”