Categoria: 195

Parabéns, professores do Paraná, vocês tiraram o bicho da toca

Ontem o Brasil viveu um dos episódios mais chocantes da história da luta dos professores em defesa da educação e dos seus direitos. A bárbarie perpetrada em Curitiba pelo governador Beto Richa e o seu secretário de Segurança Pública, Fernando Francischini, com centenas de educadores feridos, demonstra o quão violento é o braço político-judicial que se arma a partir do Paraná com o objetivo de endireitar o país.

Leia Mais

Descaso com a educação e violência estatal, o que isso mostra?

As pessoas dizem que querem um país melhor, com mais educação, mas não apoiam os professores que buscam condições mínimas de exercer um trabalho de qualidade e não percebem que ao bradarem “esses vagabundos merecem apanhar” para os professores vítimas de violência estatal, enquanto defendem veementemente a redução da maioridade penal, estão dizendo em linhas tortas que é melhor aprisionar adolescentes do que fornecer uma educação de qualidade.

Leia Mais

Inês, um exemplo de dignidade!

Nos anos 1980, cheia de sequelas das torturas, foi aconselhada a procurar um psicanalista. Deram-lhe o telefone de um psiquiatra. Ela ligou… e reconheceu a voz do médico que a examinava enquanto estava encapuzada, na Casa da Morte, mandando parar ou seguir com as torturas. Corajosamente, denunciou o sujeito e conseguiu que o Conselho Regional de Medicina cassasse seu diploma

Leia Mais

Da importância da representatividade

Pela primeira vez no meu contato com literatura eu pude me identificar com as pequenas coisas do cotidiano e pude ler como a minha experiência com o racismo não seria tão diferente nos EUA e nem na Europa. Pela primeira vez eu não tive que abstrair a realidade material e social da protagonista para me aproximar da humanidade que compartilhamos. Pela primeira vez eu vi a banalidade da minha vivência ser tratada como tal e não como alegoria para temas universais.

Leia Mais