Imprensa livre e independente
02 de dezembro de 2017, 18h40

Dilma assina orelha de livro que conta história de ex-militante LGBT, participante da luta armada

Biografia escrita por James Green relata a trajetória de Herbert Daniel, escritor, sociólogo, jornalista, além de guerrilheiro, e que teve a ex-presidenta como companheira de luta armada.

Biografia escrita por James Green relata a trajetória de Herbert Daniel, escritor, sociólogo, jornalista, além de guerrilheiro, e que teve a ex-presidenta como companheira de luta armada. Da Redação* Herbert Daniel (1946-1992), o militante de esquerda que participou de ações armadas contra a ditadura militar, terá biografia lançada, em 2018, pela Civilização Brasileira. O autor da obra é o historiador James Green. A orelha de “Revolucionário e gay” é assinada pela ex-presidente Dilma Rousseff. A informação é do blog do Ancelmo Gois. Ela foi companheira de luta armada do ex-militante LGBT, que foi também do PT e um dos fundadores...

Biografia escrita por James Green relata a trajetória de Herbert Daniel, escritor, sociólogo, jornalista, além de guerrilheiro, e que teve a ex-presidenta como companheira de luta armada.

Da Redação*

Herbert Daniel (1946-1992), o militante de esquerda que participou de ações armadas contra a ditadura militar, terá biografia lançada, em 2018, pela Civilização Brasileira. O autor da obra é o historiador James Green. A orelha de “Revolucionário e gay” é assinada pela ex-presidente Dilma Rousseff. A informação é do blog do Ancelmo Gois.

Ela foi companheira de luta armada do ex-militante LGBT, que foi também do PT e um dos fundadores do PV. O prefácio é de Jean Wyllys. Herbert Daniel nasceu em Belo Horizonte e foi escritor, sociólogo, jornalista, além de guerrilheiro.

*Com informações do blog do Ancelmo Gois

Foto: José Cruz/Agência Brasil/Fotos Públicas

Veja também:  Alexandre Frota diz que Doria o convidou para se filiar ao PSDB

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum