Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de agosto de 2019, 13h31

A palavra lésbica deixa de ser pornográfica no Google

A partir de agora, na pesquisa por lésbicas no Google, você encontrará a página da Wikipédia e outros conteúdos informativos

(Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

O Google mudou seu algoritmo para que a palavra lésbica pare de direcionar para sites de conteúdo sexual e pornográficos. A página francesa de ativismo #SEOlesbienne foi uma das mais mobilizadas ao apontar essa situação e seu grupo é reconhecido por vários meios de comunicação LGTB + por influir na decisão de mudança da grande empresa de tecnologia.

As inúmeras reclamações foram atendidas pela plataforma de busca: “Acho que esses resultados são terríveis, não há dúvida sobre isso”, disse à mídia francesa Numerama a vice-presidente de qualidade de motores de busca do Google, Pandu Nayak.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Estamos cientes de que existem problemas como este em muitas línguas e desenvolvemos algoritmos para melhorar essa pesquisa, um após outro”, acrescentou. A empresa confirmou que a mudança no algoritmo ocorreu em 19 de julho.

A partir de agora, na pesquisa por lésbicas no Google, você encontrará a página da Wikipédia e outros conteúdos informativos.

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum