Ação contra LGBTFobia no SBT foi determinação judicial por fala de Patrícia Abravanel

Vídeo é resultado de ação contra fala de Patrícia Abravanel, que pediu mais respeito à intolerância contra a comunidade LGBTQIA+; veja os dois vídeos aqui

O SBT, de Sílvio Santos, colcou no ar, no início de janeiro, uma campanha contra a LGBTfobia. No vídeo, funcionários da emissora trazem informações sobre o assunto para conscientizar os telespectadores. Não pense, no entanto, o telespectador que a campanha partiu da boa vontade de seu dono.

O vídeo foi uma determinação da Justiça, após processo movido pela ABMLBTI (Associação Brasileira de Mulheres Lésbicas, Bissexuais, Transexuais, Travestis e Intersexos), contra a apresentadora Patrícia Abravanel em razão das suas falas ditas durante o programa que conduz no Sistema Brasileiro de Televisão pelas manhãs, o “Vem para cá”, transmitido em 01/06/21.

Direito à intolerância

A apresentadora disse na ocasião que os conservadores tinham o direito de ser intolerantes com a comunidade LGBTQIA+, pois ainda a sociedade estava aprendendo a lidar com a diversidade.

“Nós, que fomos educados com pais mais conservadores, estamos aprendendo, se abrindo. Mas acho que também é um direito [ser intolerante]. As pessoas deviam respeitar [a intolerância]. Por que não concordar em discordar? A gente pode ter opiniões diferentes, mas tudo bem”, disse a apresentadora no primeiro dia do mês em que é comemorado o Orgulho LGBT.

Relembre a fala de Patrícia Abravanel abaixo:

Confira a campanha contra LGBTfobia que deverá ser transmitida durante o mês de janeiro inteiro na emissora após a ordem judicial:

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.