Bancada do PSOL denuncia Ibaneis na PGR por abuso de autoridade em despejo de ocupação

Sob ordens do governador, a PM, de forma arbitrária e violenta, despejou 38 famílias da ocupação CCBB e destruiu a Escola do Cerrado, em Brasília

O PSOL ingressou, nesta quarta-feira (7), com denúncia na Procuradoria-Geral da República (PGR) por abuso de autoridade contra o governador do Distrito Federal (DF), Ibaneis Rocha (MDB).

Sob ordens do governador, a Polícia Militar (PM), de forma arbitrária, promoveu o despejo violento de 38 famílias da ocupação CCBB e a destruição da Escola do Cerrado, em Brasília

“Retirar famílias das suas casas, em meio a uma pandemia, é uma crueldade absurda”, diz nota do PSOL.

A denúncia é assinada pelos dez deputados federais da bancada do PSOL, pelo deputado distrital, Fábio Felix (PSOL), e pelas deputadas federais do PT, Erika Kokay e Natália Bonavides.

Prisões

Durante a ação violenta de despejo, duas pessoas ficaram feridas, por bombas da PM, e quatro foram presas: o ativista e ecossocialista Thiago Ávila, e os militantes Caio Sad Barbosa, Pedro Filipe Menezes Piedade e Érika Oliveira Cardozo.

De acordo com a advogada Sara Rocha, a Polícia Civil está tentando enquadrar os quatro ativistas presos em associação criminosa, além de obstrução de ação fiscalizadora e lei de crimes ambientais. 

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.