Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de fevereiro de 2019, 22h10

Bar recria bebida para ajudar mulheres a escaparem de assédio

Cartaz afixado no Buteco Comedy Bar, em Canoas (RS), aconselha que a mulher que se sentir importunada por algum homem se dirija à bartender e peça o drinque “La Penha”

Foto: Reprodução

Um bar localizado em Canoas, no Rio Grande do Sul, afixou um aviso em seu banheiro feminino para ajudar as mulheres que se sentirem importunadas durante as noites, de acordo com informações da coluna de Marina Caruso, em O Globo. A notícia viralizou na internet.

O cartaz no Buteco Comedy Bar diz o seguinte: “Ei, Moça! Você está em um encontro que não está indo muito bem? Você está num encontro e a pessoa não é quem ela dizia ser? Você não está se sentindo segura? Estamos aqui para ajudar. Apenas vá até o bar e peça o drink La Penha.

A bartender irá chamar alguém do bar para te acompanhar até o seu carro, Uber, táxi ou até chamar a polícia, se necessário. Não se cale, não tenha medo. Você não está sozinha, estamos aqui para te apoiar”.

A bebida La Penha é, naturalmente, inspirada na Lei Maria da Penha, de proteção às mulheres.

“Mundo agressivo”

“Estamos vivendo num mundo muito agressivo, e é uma forma de elas se sentirem seguras e apoiadas”, declarou Felipe Vacilotto, um dos sócios do bar. “Na verdade, pode ser usado para qualquer um. Colocamos o cartaz pensando na segurança de todos”.

A ideia não é pioneira. Em 2017, o bar Red Show, em Santo André, São Paulo, teve a mesma iniciativa, com o objetivo de evitar que mulheres sofressem com encontros amorosos abusivos.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum