sábado, 26 set 2020
Publicidade

Campanha online arrecada fundos para refugiado sírio que perdeu tudo em São Paulo

Criada pela equipe do Al Janiah, um bar e restaurante palestino no Bixiga, centro de São Paulo, uma campanha online visa arrecadar fundos para ajudar um refugiado sírio que foi vítima de estelionato e perdeu todo o investimento que havia feito em um pequeno restaurante, também no centro da capital paulista.

Conforme noticiado nesta terça-feira (17) pela Fórum, Jadallah Al Ssabah foi alvo de uma ação violenta por parte de integrantes da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e de um funcionário da Prefeitura Regional Sé, em São Paulo. Um vídeo que mostra Ssabah sendo agredido e enforcado por um guarda civil metropolitano viralizou nas redes sociais.

A ação consistia em uma reintegração de posse. O refugiado sírio passou quatro anos fazendo economias para investir R$15 mil em equipamentos e abrir o pequeno restaurante em um espaço que ele havia alugado, mas o imóvel, na verdade, pertencia ao município. Ou seja, Ssabah foi vítima de um estelionato.

“Na verdade, apesar de estar há cerca de quatro anos no Brasil, ele tem muita dificuldade de entender o Português. Por isso, acabou enganado pelo antigo ocupante do imóvel, que residia lá e mantinha um brechó de roupas. O ocupante acabou alugando para o Jadallah, que, ingenuamente aceitou sem saber que era do município. A questão é que ele foi vítima de estelionato com um bem público, porque o local estava abandonado pela prefeitura. Assim, o poder público, por ter o dever de zelar pelo bem e não o fez, foi omisso e negligente”, disse à Fórum Marina Tambelli, advogada do refugiado.

De acordo com Tambelli, Jadallah e seus sócios “ainda estão muito abalados com tudo o que aconteceu” mas ficaram “esperançosos” com a campanha de arrecadação online. O objetivo da vaquinha é atingir os R$15 mil que o refugiado investiu nos equipamentos que foram apreendidos.

Saiba como doar aqui.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.