Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
19 de junho de 2018, 12h11

Casagrande sobre homofobia da torcida mexicana: “Não suporto esse tipo de comportamento”

“Eu acho que o árbitro deveria apitar, parar o jogo, e os jogadores saírem para decidir. Não pode continuar com uma coisa dessa, é desagradável para todo mundo”, disse Casagrande

O ex-jogador e comentarista esportivo, Walter Casagrande, desabafou contra os gritos homofóbicos de torcedores mexicanos no jogo contra a Alemanha, em sua participação no programa Seleção SporTV desta segunda-feira (18).

“Se começar a ter um grito desse constantemente em uma partida de futebol, eu acho que o árbitro deveria apitar, parar o jogo, e os jogadores saírem para decidir. Não pode continuar com uma coisa dessa, é desagradável para todo mundo”, afirmou o comentarista do SporTV.

O caso aconteceu no último domingo (17), durante a vitória da seleção Mexicana sobre o alemães por 1 x 0, em Moscou. A Fifa resolveu abrir processo disciplinar e pode até punir a seleção mexicana.

Casagrande lembrou o exemplo do torcedor William de Lucca, do Palmeiras, que pediu para que todas as torcidas parassem com os cantos homofóbicos.

“No Brasil, isso criou um monte de problemas para aquele torcedor palmeirense. É desagradável para todo mundo, não cabe mais. As coisas mudaram. O politicamente correto é chato e exagero? É, mas em algumas coisas é útil pra caramba para começar a mudar o comportamento das pessoas”, disse.

“Temos que aumentar o respeito e aceitar as diferenças das pessoas. Não tem mais como viver sem tolerar ou aceitar a diferença de quem está do seu lado. Todos nós somos diferentes. Somos em cinco pessoas aqui completamente diferentes. Por que não aceitar? Eu não suporto este tipo de comportamento”, encerrou.

Estavam na mesa Deco, Arnaldo Cezar Coelho, Marcelo Barreto e André Rizek, todos participantes do programa.

Com informações do UOL


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum