Comitê Paulista por Memória, Verdade e Justiça convoca para reunião sobre massacre de Paraisópolis

Encontro, nesta terça, terá como pauta a ação desastrosa da polícia, que assassinou nove jovens, e o estado de exceção, que é imposto nas periferias

O massacre cometido por policiais contra um grupo de jovens, durante a realização de um baile funk, na favela de Paraisópolis, em São Paulo, motivou o Comitê Paulista por Memória, Verdade e Justiça (CPMVJ) a promover uma reunião, nesta terça-feira (3).

A entidade está convocando ativistas e entidades ligadas aos direitos humanos a participarem do encontro de “articulação, resistência e denúncia contra o Estado genocida”, conforme o diz convite.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

A reunião terá como pauta o massacre de Paraisópolis e o estado de exceção, que é imposto nas periferias, “para que seja possível encontrar caminhos legais em defesa da dignidade da pessoa humana, de denunciar os assassinos e defender as periferias”.

“Não há como seguirmos sem uma atitude efetiva para que o Estado pare de matar os desassistidos”, prossegue a convocação.

O encontro será realizado nesta terça (3), das 19h30 às 21h30, no auditório Vladimir Herzog, na sede do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, à Rua Rêgo Freitas, 530 – República, São Paulo.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.