Criticada por dizer que as pessoas “gostam” de morar na rua, Bia Doria diz que fala foi tirada do contexto

"Tenho a consciência tranquila", afirmou a primeira-dama de São Paulo em uma nota de "esclarecimento"

Após chocar internautas e ser alvo de críticas por ter dito que as pessoas que moram na rua “gostam” da situação, a primeira-dama do estado de São Paulo, Bia Doria, publicou em seu Instagram uma nota de “esclarecimento” em que afirma que sua fala foi retirada de contexto.

“Infelizmente tiraram do contexto uma frase dita por mim em um vídeo que está na internet. O que quis dizer é que se conseguirmos convencer as pessoas que vivem nas ruas a irem para os abrigos públicos, onde terão alimentação de qualidade dentro das normas de higiene da vigilância sanitária, traremos mais qualidade de vida para elas”, escreveu a esposa de João Doria (PSDB), que é presidente do Fundo Social de São Paulo.

Na nota, a primeira-dama pediu desculpas se a maneira como falou “deu a entender que não devemos amparar quem vive em vulnerabilidade”. “Tenho a consciência tranquila”, completou.

https://www.instagram.com/p/CCMHqP9gzQZ/

Entenda

Em um vídeo que circula nas redes sociais, Bia Doria, junto com a socialite Val Marchiori, afirma que “Não é correto chegar na pessoa que está na rua e dar marmita, porque a pessoa tem que se conscientizar que ela tem que sair da rua”.

“A rua hoje é um atrativo, as pessoas gostam de ficar na rua”, disparou a primeira-dama, sendo endossada pela socialite.

Assista aqui.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR