sábado, 31 out 2020
Publicidade

Diálogos que confirmam Robinho como estuprador explodem nas redes

Ao menos três hashtags sobre o assunto foram parar nos TT’s. Personalidades, sobretudo mulheres, comentaram o caso

A revelação das transcrições do caso de estupro coletivo envolvendo o jogador Robinho caiu como uma bomba nas redes. No início da tarde desta sexta-feira (15), ao menos três hashtags envolvendo o caso foram parar entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Cerca de 21,5 mil tweets reproduziram a hashtag #QUE NOJO; outros 7,818 mil tweets citavam #Estuprador e 4,125 mil tweets replicaram #SeoSantos.

A filósofa e escritora Márcia Tiburi comentou: “gente, o estuprador além de tudo é um oligofrênico perverso sem remorso e nem vergonha. A sociedade que autoriza uma fala dessas isso está consciente do que vem pela frente?”

A cantora pernambucana Karina Buhr resumiu vários tuítes onde reproduziu os diálogos de Robino com uma frase: “Só tem um nome pra isso: estupro”.

Maria Bopp, a Blogueirinha do Fim do Mundo foi ainda mais incisiva: “Aos defensores do Robinho que estavam pedindo pelo benefício da dúvida. Como vocês vão se posicionar agora?”

A candidata a vereadora pelo PT em São Paulo, Vivi Mendes, acrescentou ao seu tuíte outra denúncia: “O caso Robinho não é isolado. Pra quem não sabe, o atual técnico do Santos, Cuca, foi condenando em 1987 na Suíça por estupro. A vítima tinha 13 anos. Não podemos aceitar que os clubes ignorem crimes contra as mulheres ao firmar contratos”.

Veja outros comentários e compartilhamentos abaixo:

Julinho Bittencourt
Julinho Bittencourt
Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.