domingo, 20 set 2020
Publicidade

Internautas apontam gordofobia contra racista que ofendeu motoboy

O contabilista Mateus Abreu Almeida Prado Couto, detido após ataques racistas a um motoboy em um condomínio em Valinhos, na região de Campinas, interior paulista, tem sido vítima de gordofobia nas redes sociais.

Basta dar um clique em seu nome nas redes que a palavra “gordo” aparece repetidamente. Uma grande quantidade de posts chama a atenção para o peso do contabilista, diversas piadas foram feitas relacionando o fato dele ser obeso com a agressão a um entregador de comida e até charges já trataram do assunto.

O humorista Danilo Gentili, por exemplo, conhecido por propagar preconceitos, fez post comparando o agressor a um “leitão da fazenda do Avatar”.

A reação, no entanto, também foi rápida. Vários internautas chamaram a atenção para o fato do preconceito do contabilista ser combatido por muitos com outro preconceito.

A antropóloga, identificada no seu Twitter como Beatriz, afirma: “Eu não tô acreditando que o xingamento de vocês pro racista, agressor, elitista, que foi extremamente violento com o entregador é… gordo. Um dia vocês terão vergonha disso. Vocês, que dizem “lutar pelos oprimidos”, que se acham moralmente melhores porque são de esquerda”.

Vários outros internautas chamara a atenção para o problema. Veja abaixo:

Julinho Bittencourt
Julinho Bittencourt
Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.