Fórum Educação
10 de abril de 2020, 15h56

Juninho Pernambucano acha homem agredido em Mato Grosso e oferece ajuda: Dignidade humana

Junto com advogado, ex-jogador encontrou Anderson, que é dependente químico, ofereceu internação, que foi aceita, e vai processar agressor

Foto: Divulgação

O ex-jogador Juninho Pernambucano encontrou, com a ajuda de advogado, o homem que, ao pedir dinheiro, foi agredido por um madeireiro com 22 processos nas costas. De acordo com Juninho, ele se chama Anderson e é dependente químico. “Antes de criticá-lo, saiba que na maioria das vezes, o caminho das drogas é o único que é capaz, para muitos, de trazer algum prazer em estar vivo”, escreveu em seu twitter. “Não incentivo ninguém a usar, mas não me acho no direito de dizer o que cada um deve fazer com seu corpo, pois a única coisa intocável que você tem, é sua vida, sua liberdade, mesmo que seja pra fazer mal a você mesmo”, continuou o ex-jogador.

Ele ainda disse que é contra a política violenta de combate às drogas e que já é provado que ela não traz resultados esperados e que está enviando Anderson a uma clínica para dependentes para que possa recomeçar sua vida.

Leia o fio:

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum