Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
10 de dezembro de 2019, 22h07

Leonardo Boff conta que Bernardo Kuster se acovardou diante da Justiça

O teólogo afirmou que o youtuber não sustentou "suas mentiras e calúnias"

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O teólogo Leonardo Boff fez uma publicação no Twitter nesta terça-feira (10) contando como foi o julgamento do processo movido por ele contra o youtuber Bernardo P Küster, de extrema-direita. Küster é ligado à ala mais conservadora da Igreja Católica e gravou um vídeo, em janeiro, dando a entender que Boff teria desviado R$ 13 milhões de recursos do Governo Federal.

“Hoje foi um dia histórico para mim. Processado por suas mentiras e calúnias, Bernardo Küster se acovardou diante do juiz. Diz que não tinha provas, só induções. Piorou sua situação com contradições. Até o dia 20 poderá sair o resultado: talvez sua condenação. Nem tudo vale”, publicou Boff em sua conta no Twitter.

Em vídeo gravado por Küster na última semana, o youtuber conta que Boff o acionou na justiça buscando direito de resposta no canal e reparação por danos morais, mas que ele não aceitaria tal proposição.

Referência da Teologia da Libertação, Boff é alvo frequente do blogueiro bolsonarista, que afirma que a doutrina é “rasa”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum