sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

Lula envia carta de solidariedade aos militantes sem-teto presos em São Paulo

O ex-presidente Lula enviou uma carta, divulgada nesta quarta-feira (10) na qual manifesta sua solidariedade às lideranças sem-teto, que foram presas no dia 24 de junho, em São Paulo.

“Manifesto minha total solidariedade aos companheiros e companheiras que lutam pelo direito à moradia, vítimas de uma perseguição implacável movida por aqueles que não fazem a menor ideia do que seja viver sem um teto sob o qual abrigar seus filhos e filhas com segurança e qualidade de vida”, disse Lula.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

“Preta Ferreira, Sidney Silva, Edinalva Franco Pereira e Angélica dos Santos Lima também se encontram arbitrariamente presos, pelo mesmo ‘crime’ que eu cometi: lutar por uma sociedade mais justa, onde, entre tantos outros direitos, cada família possa morar com a dignidade que merece”, escreveu.

“Quero dizer aos companheiros e companheiras de todas as lutas que vamos virar essa página infeliz da nossa história, em que direitos básicos são subtraídos, movimentos sociais sofrem sistemático processo de criminalização, e lideranças populares são perseguidas por uma minoria privilegiada que se julga acima das leis”, acrescentou o ex-presidente­­­.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.