O que o brasileiro pensa?
11 de fevereiro de 2019, 20h41

Tráfico de mulheres e meninas é tema de debate em Santos

Painel aberto ao público acontece na noite de 14 de fevereiro, no auditório do Câmara Municipal de Santos

Foto: Reprodução

O tráfico humano é a terceira modalidade criminosa mais lucrativa do mundo, ultrapassada apenas pelo tráfico de armas e de drogas. O lucro anual chega a quase 32 bilhões de dólares, de acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Dentre as vítimas, 85% são mulheres, sendo a imensa maioria delas para fins de exploração sexual. A faixa etária predominante está entre 18 e 29 anos e adolescentes. Há registro de tráfico de crianças, sendo a maioria do sexo feminino. Também existe o tráfico de homossexuais e travestis jovens. Além da exploração sexual, estão entre as finalidades o trabalho análogo à escravidão, adoção ilegal de crianças e adolescentes – que inclui servidão doméstica – e venda de órgãos. A maioria das pessoas traficadas é pobre e com baixa escolaridade.

Esses são apenas alguns dados que comprovam a cruel realidade do tráfico humano. A Baixada Santista apresenta outros fatores de vulnerabilidade, os quais estarão em debate no painel aberto ao público, intitulado “Tráfico de Mulheres e Meninas: educação popular feminista para implementar políticas públicas”.

O encontro será realizado na noite desta quinta-feira (14), das 19h30 às 22 horas, no auditório da Câmara Municipal de Santos (Praça Tenente Mauro Batista de Miranda, 1, Vila Nova, Santos).

A realização é da Associação Mulheres pela Paz, presidida por Clara Charf, hoje com 92 anos, e dirigida por Vera Vieira, doutora em Comunicação e Feminismo pela USP/ECA. Recebe o apoio da Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres do Ministério dos Direitos Humanos, graças a uma emenda parlamentar da deputada federal Luiza Erundina.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags