Segunda Tela

21 de julho de 2016, 10h43

Doleira faz ensaio sensual para a Veja com tornozeleira eletrônica

Nelma Kodama se tornou conhecida por tentar embarcar com 200 mil euros na calcinha no aeroporto de Guarulhos e integrar o esquema de desvios de recursos da Petrobras. Por decisão de Moro, ela cumpre pena em casa desde junho

Por Redação

A doleira Nelma Kodama, que ficou conhecida ao tentar embarcar com 200 mil euros na calcinha no aeroporto de Guarulhos, presa em flagrante pela Polícia Federal em 2014, participou de um ensaio para a revista Veja. Nas imagens, ela aparece com roupas sensuais e a tornozeleira eletrônica que passou a usar depois que foi para a prisão domiciliar, em junho.

Nelma é uma das investigadas pela Operação Lava Jato por participação no esquema de desvios de recursos da Petrobras. A atenuação da pena implicada à doleira rendeu críticas ao juiz Sérgio Moro, que fez a liberação para que permanecesse em casa, em São Paulo, mesmo admitindo que a presa teria “personalidade voltada para o crime”.

Inicialmente, ela havia sido condenada a 15 anos de detenção. Segundo o jornalista Ulisses Campbell, que assina a entrevista com Nelma Kodama, o ensaio teria sido feito com fotos mais “ousadas”, o que levou o Facebook a apagar uma imagem por considerá-la fora dos padrões aceitáveis pela rede social.

Veja também:  Bretas nega reajuste em bloqueio de R$ 8,2 milhões de Temer

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum