Imprensa livre e independente
05 de julho de 2019, 19h07

“E agora, Moro? Se vira nos trinta”, ironiza Boulos, após vazamento de conversa do ex-juiz com Faustão

Em reportagem publicada pela Veja, apresentador da Rede Globo aparece dando conselhos ao atual ministro da Justiça

Foto: Reprodução/TV Bandeirantes
Guilherme Boulos, líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e ex-candidato à presidência da República pelo PSOL, usou o Twitter para ironizar Sérgio Moro, após a publicação, pela Veja, de conversa entre o ex-juiz e o apresentador Fausto Silva, da Rede Globo. “E agora, Moro? Se vira nos trinta”, escreveu, em referência ao quadro homônimo do programa dominical de Faustão. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo. Em reportagem publicada pela Veja em parceria com o The Intercept Brasil nesta sexta-feira (5), o apresentador aparece dando conselhos ao ex-juiz e à...

Guilherme Boulos, líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e ex-candidato à presidência da República pelo PSOL, usou o Twitter para ironizar Sérgio Moro, após a publicação, pela Veja, de conversa entre o ex-juiz e o apresentador Fausto Silva, da Rede Globo.

“E agora, Moro? Se vira nos trinta”, escreveu, em referência ao quadro homônimo do programa dominical de Faustão.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

Em reportagem publicada pela Veja em parceria com o The Intercept Brasil nesta sexta-feira (5), o apresentador aparece dando conselhos ao ex-juiz e à força-tarefa da Lava Jato, ao sugerir que o grupo adote uma linguagem simples, do povão.

O conselho

As recomendações de Faustão foram feitas a Moro, que logo repassou para os procuradores da Lava Jato, por meio de conversa com Deltan Dallagnol pelo Telegram.

Em mensagem enviada no dia 7 de maio de 2016, Moro comenta com Dalla­gnol que havia sido procurado pelo apresentador do Domingão do Faustão com recomendações para a operação. “Ele disse que vocês nas entrevistas ou nas coletivas precisam usar uma linguagem mais simples. Para todo mundo entender. Para o povão. Disse que transmitiria o recado. Conselho de quem está a (sic) 28 anos na TV. Pensem nisso”, relatou Moro ao procurador.

Veja também:  “É impressionante o grau de anomia democrática hoje no Brasil”, diz Boulos em entrevista a Haddad

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum