Imprensa livre e independente
20 de junho de 2019, 13h53

Editor de The Intercept diz que capa de O Globo serve à pesquisa sobre jornalismo militante. Veja aqui

Na manhã desta quinta-feira, Glenn Greenwald anunciou que o Intercept fez parceria com outros jornais

Foto: Renato Parada/The Intercept
O editor do The Intercept Brasil, Leandro Demori, comentou, em sua página do Twitter, nesta quinta-feira (20), a capa do jornal O Globo. Para ele, ela é “um bom estudo de caso pra quem pesquisa jornalismo militante”. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo A capa do Globo de hoje é uma bom estudo de caso pra quem pesquisa jornalismo militante. Fica a dica aos universitários. — Leandro Demori (@demori) 20 de junho de 2019 “A capa do Globo de hoje é um bom estudo de caso pra quem pesquisa...

O editor do The Intercept Brasil, Leandro Demori, comentou, em sua página do Twitter, nesta quinta-feira (20), a capa do jornal O Globo. Para ele, ela é “um bom estudo de caso pra quem pesquisa jornalismo militante”.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“A capa do Globo de hoje é um bom estudo de caso pra quem pesquisa jornalismo militante. Fica a dica aos universitários.”

Na capa desta quinta-feira, o jornal da família Marinho abre a manchete: “Moro: ‘Se houver irregularidade, eu saio. Mas não houve’”. Ao lado, charge de Chico Caruso mostra Moro vestido de super-homem.

Na manhã desta quinta-feira, Glenn Greenwald, também do The Intercept, anunciou que o veículo fez parceria com outros jornais:

“Mais revelações serão reportadas mais rapidamente”, anunciou, com relação aos vazamentos de conversas que mostram conluio entre o ex-juiz Sérgio Moro e o Ministério Público Federal (MPF).

Veja também:  Lindbergh crítica "esquerda frouxa" na defesa da Previdência

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum