Imprensa livre e independente
19 de junho de 2019, 10h33

Editor do Intercept rebate declarações de Moro na CCJ

"Irônico: não se lembrar de nada e não saber de nada eram frases comuns de muitos réus que sentaram na frente dele durante os anos de Lava Jato. Aprendeu", publicou Leandro Demori em sua rede social.

Foto: Renato Parada/The Intercept
Pelas redes sociais, o editor executivo do The Intercept Brasil, Leandro Demori, rebateu as críticas do ex-juiz federal e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, feitas na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal. Demori ironizou o fato de Moro “não confirmar” as mensagens da Vaza Jato e disse que a divulgação fortalece o combate à corrupção. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo Demori criticou a afirmação de Moro de que “não se lembra nem mesmo de mensagens que mandou um mês atrás” e, por isso, não...

Pelas redes sociais, o editor executivo do The Intercept Brasil, Leandro Demori, rebateu as críticas do ex-juiz federal e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, feitas na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal. Demori ironizou o fato de Moro “não confirmar” as mensagens da Vaza Jato e disse que a divulgação fortalece o combate à corrupção.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Demori criticou a afirmação de Moro de que “não se lembra nem mesmo de mensagens que mandou um mês atrás” e, por isso, não confirmava o conteúdo do Telegram. “Irônico: não se lembrar de nada e não saber de nada eram frases comuns de muitos réus que sentaram na frente dele durante os anos de Lava Jato. Aprendeu”, publicou em sua rede social.

O jornalista ainda rebateu a acusação do ex-juiz de que o Intercept não atua pelo interesse público. “Moro diz que nosso trabalho não serve ao interesse público, mas a minar o combate à corrupção. Moro: você não tem o monopólio do combate à corrupção. O que estamos fazendo é nosso trabalho como jornalistas: levar ao público informações vitais para FORTALECER o combate à corrupção”, disse.

Veja também:  Embaixador, por que não?!, por Marcos Danhoni

Demori ainda criticou o fato de Moro estar todo o tempo defendendo mensagens que ele não reconhecia como dele. “Moro está há quase uma hora dizendo que são absolutamente normais as mensagens que ele não reconhece como dele”, afirmou.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum