Imprensa livre e independente
03 de maio de 2019, 20h37

Eixo central da defesa de Lula sempre foi e será obter sua absolvição, diz Zanin

“Definimos hoje com o ex-presidente Lula que serão analisados e requeridos todos os seus direitos decorrentes do acolhimento parcial do recurso especial pelo Superior Tribunal de Justiça no último dia 23”, declarou o advogado

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
O advogado de Lula, Cristiano Zanin, divulgou uma nota, nesta sexta-feira (3), na qual voltou a reiterar que o objetivo da defesa é conseguir a absolvição do ex-presidente. Mesmo assim, promete avaliar os direitos de Lula, especialmente após o acolhimento parcial do recurso pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). “Definimos hoje com o ex-presidente Lula que serão analisados e requeridos todos os seus direitos decorrentes do acolhimento parcial do recurso especial pelo Superior Tribunal de Justiça no último dia 23. Naquela oportunidade o STJ reconheceu o abuso das penas aplicadas a Lula pelo ex-juiz Sérgio Moro e pelo TRF4”, diz...

O advogado de Lula, Cristiano Zanin, divulgou uma nota, nesta sexta-feira (3), na qual voltou a reiterar que o objetivo da defesa é conseguir a absolvição do ex-presidente. Mesmo assim, promete avaliar os direitos de Lula, especialmente após o acolhimento parcial do recurso pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

“Definimos hoje com o ex-presidente Lula que serão analisados e requeridos todos os seus direitos decorrentes do acolhimento parcial do recurso especial pelo Superior Tribunal de Justiça no último dia 23. Naquela oportunidade o STJ reconheceu o abuso das penas aplicadas a Lula pelo ex-juiz Sérgio Moro e pelo TRF4”, diz a nota.

Zanin esclarece que o acórdão do STJ ainda não foi publicado. “O eixo central da defesa técnica do ex-presidente Lula sempre foi e será obter sua absolvição, único desfecho possível para alguém que não praticou qualquer crime”, completa.

Luta por absolvição

Nesta sexta (3), Lula, em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, havia dito que não abre mão de continuar lutando por sua absolvição.

Veja também:  PF investiga se delegado da Polícia Civil invadiu computador de Márcio Anselmo, da Lava Jato

“Eu quero continuar provando a minha inocência. Aí, eu posso pedir. (…)  Olha, se os advogados disserem para mim, ‘Lula, você pode pedir a detração e você vai continuar brigando pela sua inocência do mesmo jeito que você está’, eu não tenho nenhum problema de pedir, porque eu quero sair daqui”, disse.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum