Imprensa livre e independente
19 de novembro de 2018, 18h14

Em desfile, marca de roupas “recicladas” realiza protesto contra racismo, misoginia e homofobia de Bolsonaro

"Esse desfile foi um berro que estava engasgado na nossa garganta. Moda é política, moda é revolução, moda é ativismo, moda é expressão! Ninguém solta a mão de ninguém!", declarou a criadora da marca.

Durante o desfile na quinta-feira (17) na Brasil Eco Fashion Week, evento que é dedicado à moda sustentável, realizado na Unibes em São Paulo, a marca Think Blue realizou um protesto contra as declarações e políticas do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) A marca levou para a passarela modelos carregando placas com frases machistas, racistas e xenofóbicas de Bolsonaro, como a frase “se eu ver dois homens se beijando na rua, eu vou bater”. Após o desfile a criadora da marca publicou um desabafo, que segundo ela “estava engasgado na nossa garganta”. “Eu Mirella, criadora da marca, gostaria de dizer em...

Durante o desfile na quinta-feira (17) na Brasil Eco Fashion Week, evento que é dedicado à moda sustentável, realizado na Unibes em São Paulo, a marca Think Blue realizou um protesto contra as declarações e políticas do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL)

A marca levou para a passarela modelos carregando placas com frases machistas, racistas e xenofóbicas de Bolsonaro, como a frase “se eu ver dois homens se beijando na rua, eu vou bater”.

Após o desfile a criadora da marca publicou um desabafo, que segundo ela “estava engasgado na nossa garganta”. “Eu Mirella, criadora da marca, gostaria de dizer em nome de todas NÓS, que esse desfile foi um BERRO que estava engasgado na nossa garganta, moda é política, moda é revolução, moda é ativismo, moda é EXPRESSÃO! NINGUÉM SOLTA A MÃO DE NINGUÉM!”, escreveu Mirella.

Think Blue é uma marca que resgata calças jeans abandonadas para transformar em novas roupas, com mais valor e menos impacto através da técnica de Upcycle que  é a  reutilização criativa de subprodutos, resíduos, produtos inúteis ou indesejados em novos materiais ou produtos de melhor qualidade ou com maior valor ambiental.

Veja também:  Frota nas páginas amarelas da Veja: "O Jair fala demais"

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum