Imprensa livre e independente
21 de janeiro de 2019, 09h20

Em jantar com Olavo de Carvalho, Steve Bannon critica Paulo Guedes, “o cara de Chicago”

Na "embaixada", como Bannon se refere à própria casa, situada em uma rua atrás da Suprema Corte dos EUA, em Washington, fez uma "entrevista" com Olavo sobre o "pilar ideológico" do governo, que agrega além do "filósofo autodidata", o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, Bolsonaro e os filhos.

Olavo de Carvalho e a mulher, Roxane, com Steve Bannon (Foto: Josias Teófilo)
No segundo encontro em três dias, o guru intelectual do clã Bolsonaro, Olavo de Carvalho, foi recebido pelo guru da aliança internacional de extrema-direita, Steve Bannon, em jantar neste sábado (19). Na reunião, o ex-estrategista de Donald Trump na Casa Branca, disse que o ministro da Economia, Paulo Guedes – a quem se referiu como “o cara de Chicago” – pode atrapalhar o avanço de uma “agenda nacionalista” de Jair Bolsonaro (PSL) no Brasil. As informações são da jornalista Beatriz Bulla, na edição deste domingo (20) do jornal O Estado de S.Paulo. Na “embaixada”, como Bannon se refere à própria...

No segundo encontro em três dias, o guru intelectual do clã Bolsonaro, Olavo de Carvalho, foi recebido pelo guru da aliança internacional de extrema-direita, Steve Bannon, em jantar neste sábado (19). Na reunião, o ex-estrategista de Donald Trump na Casa Branca, disse que o ministro da Economia, Paulo Guedes – a quem se referiu como “o cara de Chicago” – pode atrapalhar o avanço de uma “agenda nacionalista” de Jair Bolsonaro (PSL) no Brasil. As informações são da jornalista Beatriz Bulla, na edição deste domingo (20) do jornal O Estado de S.Paulo.

Na “embaixada”, como Bannon se refere à própria casa, situada em uma rua atrás da Suprema Corte dos EUA, em Washington, fez uma “entrevista” com Olavo sobre o “pilar ideológico” do governo, que agrega além do “filósofo autodidata”, o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, Bolsonaro e os filhos. Os outros três pilares seriam o econômico, capitaneado por Guedes; o dos militares; e o político, com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Veja também:  "Pessoal cobra de mim, mas quem emprega não sou eu", diz Bolsonaro no Brasil com 13,4 milhões de desempregados

Fórum terá um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Bannon teria criticado às privatizações defendidas por Guedes, que podem favorecer a China, que estaria “comprando o Brasil”, segundo os dois gurus.

O lobista Gerald Brant, que propiciou a aproximação dos dois representantes da extrema-direita, disse a Bannon que a Bolsa de Valores tem reagido bem ao governo eleito: “O mercado ama o Bolsonaro”.

Bannon rebateu dizendo que “o mercado financeiro ama o capitão Bolsonaro, mas eles amam mais a Escola de Chicago”, e pergunta se Olavo conseguiria exercer influência sobre o ministro da Economia. O filósofo faz sinal negativo com a cabeça.

Leia a reportagem completa n’O Estado de S.Paulo.

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum