Imprensa livre e independente
18 de junho de 2019, 16h01

Em meio a escândalo da Vaza Jato, Moro deve participar de Marcha para Jesus

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, almeja uma vaga no STF e pode usar o evento tanto para se aproximar do perfil de "ministro evangélico" pretendido por Bolsonaro quanto para fugir do Vaza Jato

Foto: Fábio Pozzebom/Agência Brasil
A convite do deputado federal Marco Feliciano (Pode-SP), o ministro da Justiça, Sérgio Moro, deve participar pela primeira vez da Marcha Para Jesus, na quinta-feira (20), em São Paulo. O ex-juiz, que está envolto no escândalo do Vaza Jato e almeja uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), pode usar o evento para se aproximar do perfil de “ministro evangélico” para a Corte pretendido por Bolsonaro, que também estará no evento. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo A edição paulista da Marcha Para Jesus é o maior evento evangélico do Brasil,...

A convite do deputado federal Marco Feliciano (Pode-SP), o ministro da Justiça, Sérgio Moro, deve participar pela primeira vez da Marcha Para Jesus, na quinta-feira (20), em São Paulo.

O ex-juiz, que está envolto no escândalo do Vaza Jato e almeja uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), pode usar o evento para se aproximar do perfil de “ministro evangélico” para a Corte pretendido por Bolsonaro, que também estará no evento.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

A edição paulista da Marcha Para Jesus é o maior evento evangélico do Brasil, tendo reunido cerca de 1,5 milhão de pessoas em 2018.

Apesar das especulações, Moro ainda não se pronunciou oficialmente sobre sua suposta ida ao evento religioso.

*Com informações de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo

Veja também:  Na esteira do sucesso do marido, Rosângela Moro abriu empresa de cursos e palestras

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum